BlogTecnologia

Startups que criam soluções de mobilidade crescem mais no país

By 16 de abril de 2019 No Comments

Um estudo feito com as startups brasileiras mostrou que as empresas que criam soluções de mobilidade urbana estão entre as que mais crescem no Brasil.

O problema do dono de pizzaria Antônio Carvalho Pires de Lima é fazer as compras dos ingredientes para 55 tipos de pizza no cardápio. “Nós fazemos 28 cotações com 28 fornecedores por dia. É muita coisa”, diz ele.

A solução virou uma ideia de negócio para o empreendedor Leonardo Almeida. “A gente conecta todos esses produtores e distribuidores que de alguma forma oferecem esses produtos a esses comerciantes, facilitando o processo de cotação, de tomada de crédito e entrega também.”

Negócios como esse estão crescendo no Brasil. É o que mostra o estudo de uma aceleradora — quem trabalha para ajudar no crescimento de empresas inovadoras – as startups.

Mobilidade urbana inspira empreendedores
Se o negócio tem a ver com pessoas e coisas se movendo de um ponto a outro, a empresa então é uma Autotech – a definição de startups que trazem soluções inovadoras para o setor automotivo, logística, transporte e mobilidade. As grandes cidades brasileiras estão cheias de problemas desse tipo. Por isso têm inspirado tantos empreendedores.

Para melhorar o congestionamento: carona. Para caminhões que pegam a estrada cheios e voltam vazios, compartilhamento de cargas. Para transportadoras com carros parados, gestão de frotas. Cada empresa trouxe uma inovação diferente. O Leonardo já tem 400 clientes.  E pensar que no começo do ano passado, ele tinha só o protótipo de uma ideia. Em dez meses, conseguiu R$ 1 milhão de investimento.

“Mobilidade urbana é um grande problema hoje e quando a gente consegue diminuir o número de veículos nas ruas, otimizar o processo das entregas, fazer com que as empresas trabalhem de maneira mais eficiente reduzindo custo e aumentando a qualidade dos serviços apresentados, não tenho dúvida que isso vai atrair atenção de empresas e de investidores”, explica Leonardo.

Para o diretor da Liga Ventures Rogério Tamassia, 50% dessas soluções surgiram nos últimos dois anos. “Então isso é só o começo. Vem muita coisa boa por aí. Tem dinheiro para esse tipo de iniciativa. Todo mundo sabe que mobilidade e transporte é um problema que precisa ser resolvido. E onde tem problema real, os investidores colocam dinheiro.”

Fonte: G1

Leave a Reply