Quase 80% dos paulistanos utilizam aplicativos para mobilidade privada